Tribuna em Foco -...
Tribuna em Foco - Por Gili Perin e Fernando Von Noble

Coluna

Tribuna em Foco - 01 de Junho de 2018

01 de Junho de 2018
Publicado em: 04 de Junho de 2018

O início da semana foi de celebração para o meu tio Francisco Pereira Lima, que comemorou mais um ano de uma linda vida no dia 28. O carinho especial, o tio Lima recebeu da esposa Neusa Maria Perin Lima, dos filhos Simone, Hamilton, Marcos e Cátia, de todos os netos, das famílias Pereira, Lima e Perin e de todos os amigos. O tio Lima e a tia Neusa estão entre os destemidos pioneiros de Cacoal, chegando à nova terra em 1973, vindos do Paraná.


A coordenadora regional de Educação de Cacoal, Marlene Ceconi, comemorou nova idade no dia 26 de maio e foi surpreendida pela equipe da CRE/Seduc, que festejou junto com ela. Um bom churrasco e muita alegria marcaram o aniversário da professora Marlene. Felicidades!


Na quinta-feira, 31, quem aniversariou foi a competente advogada Dayane Carvalho de Souza Ferreira. Jovem e antenada, a Dayane tem cada vez mais se destacado na advocacia cacoalense. Especialista em Psicologia Jurídica e concluindo outra especialização em Direito Trabalhista e Previdenciário, a advogada Dayane Ferreira inaugura em breve o seu escritório, na avenida Guaporé, em parceria com o advogado Leonardo Fabris. Sucesso!


Outro jovem e, bastante antenado, que comemorou aniversário na quinta, foi o André Guedes. Figurinha carismática e prestativa, o André compõe a equipe da prefeita Glaucione Rodrigues, sendo o responsável pelas dezenas de “lives” publicadas nas redes sociais da prefeita de Cacoal. Em tempo real, o André leva à população as ações da Prefeitura Municipal e da chefe do executivo cacoalense. Feliz aniversário e parabéns!!!


Já neste sábado, 2 de junho, quem celebra a vida é a odontologista Jussara Hoffman, que presta atendimento nas clínicas OralVida e Arpe. Clínica Geral e também especializada em Endodontia, a Jussara tem servido de inspiração para a Juliana Hoffman, que está seguindo os passos da irmã e cursa Odontologia, na Facimed. Caminho que quem também já pensa em seguir é a pequena Giovanna. Na foto, a aniversariante Jussara e suas irmãs fizeram pose ao lado dos pais Gilberto e Maria. Parabéns, família linda!!!


Fica a dica!

 

Xadrez: Tendência Inverno 2018

Quem vive antenado nas tendências já percebeu, o xadrez vai bombar na temporada outono/inverno 2018. Tudo começou com o xadrez vichy, aquela padronagem que lembra as toalhas de piquenique, que trouxe bossa e alegria às produções.

 

A loja Multimarcas Officer Brands, de Cacoal, preparou um resuminho com as principais versões da estampa, que já mostra a sua força. Afinal, o xadrez é a estampa da vez no mundo fashion.

 

Xadrez Preto & Branco

Essas cores já formam a dupla mais icônica do universo da moda e quando se encontram numa estampa xadrez, não tem erro! Essa é uma excelente opção para você que ainda não tem uma peça xadrez no guarda-roupas e que quer apostar nessa tendência aos poucos. Fica a dica!

 

Xadrez Vermelho

O vermelho é hit nessa temporada e a versão xadrez ganha ainda mais destaque. Peças assim são impactantes por natureza, deixam o visual ultra moderno e transbordam atitude. Acredite, você nunca passará despercebida com uma estampa assim.

 

Xadrez Príncipe de Gales

xadrez Príncipe de Gales, conhecido lá fora como Glen Plaid, é o verdadeiro hit para o inverno. Esperem vê-lo em todo tipo de peça e nas coleções de praticamente todas as marcas. Esse tipo de xadrez, embora atemporal, chega como foco do inverno 2018. Muita gente associa essa padronagem específica a roupas de “vó”, mas podem se acostumar: ele vai aparecer até em bolsas!

 

Xadrez e mais!

Uma novidade é misturar o xadrez com outros desenhos, nossa aposta é o mix com florais. Como não amar uma estampa assim?


 

Dica Pet

 

O Avanço da chegada da idade: Quando a idade do animal for chegando, percebe-se como o avanço da velhice dos animais é parecido com o do homem. As doenças e os sintomas são quase iguais aos que os idosos humanos têm. Os cães e gatos também sofrem de depressão, assim como de artrite, artrose, osteoporose, surdez, cegueira (bastante comum) e várias outras doenças similares às nossas.

 

O importante é que ao primeiro sinal de velhice você leve seu animal para se consultar, esse acompanhamento faz com que ele sofra menos com essas doenças que podem deixá-lo mal, e assim ter uma qualidade de vida melhor e viver mais confortável.

 

Uma pergunta que muitas pessoas fazem é como é contabilizada a chegada da velhice. A dica que se dá é que quanto menor o porte do animal, mais tempo de vida ele terá e isso é inversamente proporcional, um cachorro de grande porte, vive bem menos. Vale ressaltar que isso não é uma regra absoluta, animais de grande porte, que tenham um bom acompanhamento, uma boa alimentação, fazem exercícios regulares, costumam viver bem mais que a estimativa.

 

Ainda devemos ressaltar que os animais também sofrem com distúrbios neurológicos, desde mudança em sua personalidade, passando por depressão, Alzheimer, transtorno bipolar, comportamento repetitivo e agressivo. Todas essas doenças normalmente são tratadas com remédios de humanos, mas para isso deve ser aprovada por um veterinário.



Fonte: Giliane Perin
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais de Tribuna em Foco - Por Gili Perin e Fernando Von Noble