Ossos do Ofício   ...
Ossos do Ofício - Dr. Alexandre Rezende

Coluna

GONARTROSE: ARTROSE DOS JOELHOS

O que é? Sintomas? Diagnóstico? Tratamento?
Publicado em: 11 de Julho de 2018

O  que é?

A artrose de joelho, ou GONARTROSE, é uma doença degenerativa progressiva da cartilagem articular. Ela pode ser secundária a um trauma (fraturas por exemplo) que cause lesão na cartilagem, desgaste por uso excessivo, sobrecarga crônica, obesidade, doenças inflamatórias das articulações (“reumatismo” por exemplo), envelhecimento natural ou a soma dos vários fatores descritos anteriormente.

 

Sintomas?

Os sintomas são dor e crepitação (sensação de joelho seco ou “com areia” dentro dele) na movimentação e peso sobre o joelho, edema(“inchaço”), perda de força nos membros inferiores, principalmente ao tentar descer ladeira ou escadas, levando a dificuldade para realizar atividades do dia a dia e aumentando a chance de quedas. Como tempo e progressão da doença a dor pode permanecer até mesmo em repouso. Em alguns pacientes o joelho pode também começar a “entortar” pra dentro (joelho em “tesoura”) ou pra fora (“joelho de caubói”).

 

Diagnóstico?

Se faz com exame físico cuidado do médico ortopedista assistente, de preferência com especialização em Cirurgia do Joelho e radiografia simples desses joelhos. Algumas vezes se necessita exames mais sofisticados, como a Ressonância Magnética.

 

Tratamento?

Inicialmente, caso a patologia não se encontre em estágio avançado ou o tratamento cirúrgico não possa ser realizado, utilizamos medicamentos e fisioterapia para o alívio da dor e reforçar a musculatura ao redor do joelho. Perda de peso, abandono do tabagismo e outras orientações do dia a dia são realizadas. Caso ocorra insucesso desse tratamento conservador temos a opção de tratamento cirúrgico. A principal cirurgia utilizada nesses casos é a Artroplastia Total de Joelho (prótese de joelho), na qual a cartilagem destruída do joelho é substituída por uma prótese. Essa cirurgia tem objetivo de restaurar o movimento natural do joelho o mais próximo do possível, sem a dor (ou diminuí-la ao máximo) e alinhar o joelho quando este está “torto”.

 

 
Dr. Alexandre Rezende
Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho
Membro da AO/Trauma América Latina

 

 



Fonte: Dr. Alexandre Rezende
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais de Ossos do Ofício - Dr. Alexandre Rezende