Francisco Xavier
Francisco Xavier

Coluna

Coluna do Xavier

Coluna do Xavier - CACOAL: AS ELEIÇOES, A POLÍTICA E AS REFORMAS…

19/01/2018
Publicado em: 19 de Janeiro de 2018

O ano de 2018, como todo mundo já sabe, será um ano diferente, porque o carnaval e as eleições de outubro virão acompanhados pelos jogos da Copa do Mundo de Futebol. Isso significa que pouca coisa vai funcionar, o que é uma tradição em anos com essas características. Além dos eventos esportivos e das eleições, é necessário ficar de olho no que pode acontecer no Congresso Nacional, visto que diversos projetos de reformas estão em discussão na Câmara e no Senado, entre eles o projeto de “reforma da previdência” que foi apresentado por Michel Temer para atender interesses dos grandes industriais, grandes empresas e banqueiros do país…
O proceso eleitoral certamente vai influenciar muito as opiniões dos congressistas de  Rondônia, já que o voto dos deputados e senadores a favor dos projetos de Michel Temer e pode reduzir de maneira significativa a possibilidade de reeleição dos atuais deputados federais e senadores do estado, visto que algumas dessas ¨reformas¨ possuem apenas a finalidade de prejudicar os menos favorecidos, em benefício dos poderosos de colarinho branco, como é o caso do projeto de reforma da previdência. O governo do MDB e todos os partidos aliados do governo trabalham duro nos bastidores para fazer alterações que praticamente significam o fim da aposentadoria, visto que a idade terá, caso seja aprovado o projeto, um teto que difícilmente um trabalhador vai alcançar. É bom registrar que as mudanças vão prejudicar trabalhadores de todos os setores, embora muitas pessoas acreditem que o projeto vai atingir somente servidores públicos. O trabalhador rural, a empregada doméstica, o trabalhador da industria e do comercio também terão grandes prejuízos, isso para citar somente alguns exemplos…
O eleitor de Cacoal e de Rondônia precisa ficar muito atento, porque a ilusão com a falsa ideia de “trazer recursos” pode estar sendo utilizada para esconder os votos contra a clase mais pobre e que precisa ser lembrada. Em diversas ocasiões, varios deputados e senadores de Rondônia votaram contra os interesses da clase trabalhadora e isto não pode acontecer, porque isso é uma traição e o país é mantido justamente por quem trabalha. O projeto de “reforma da previdência” em andamento no Congresso Nacional beneficia apenas políticos, magistrados e membros do Ministério Público e deve ser por isso que todas essas autoridades dizem que a reforma é necessária. Talvez seja mesmo necessário fazer algumas alterações no sistema previdenciário do país, mas não neste modelo que está sendo proposto. Essa pressa toda com que o MDB e seus aliados querem aprovar a tal reforma é uma prova clara de que não serve para os trabalhadores, serve apenas aos interesses de empresas que financiam campanhas políticas no país.
Aliás, o governo do MDB e seus aliados querem, a todo custo, votar a tal reforma em fevereiro. Caso isto aconteça, os trabalhadores de Rondônia precisam saber quem são os deputados e senadores traidores e votar contra eles também nas urnas em outubro. Não é justo que os deputados e senadores que votarem contra os trabalhadores sejam reeleitos justamente  com os votos dos trabalhadores. Claro que há muitos eleitores incautos e que não sabem sequer os nomes dos deputados federais de Rondônia, mas a desinformação poderá causar sérios prejuízos. Vale lembrar que tem ainda os eleitores paneleiros, aqueles que fizeram barulho para tirar a Dilma, mas estão caladinhos assintindo a gasolina aumentar toda semana e continuam de braços cruzados. Muitos paneleiros também estufam o peito para dizer que a reforma da previdência precisa ser aprovada, mesmo que eles nunca tenham lido o conteúdo do projeto. Entre as pessoas que leram o projeto da “reforma da previdência”, somente os deputados que se venderam para o governo concordam com o que está escrito. Lógico que a maioria dos deputados nunca leu e nem vai ler o documento, porque eles votam da maneira como manda o governo e para isso não precisa ler nenhum projeto. Infelizmente em Rondônia temos deputados com esses perfis. Neste quesito, até mesmo os filósofos da honestidade são favoráveis ao que digo, mesmo porque a reforma também vai prejudicar filósofos…
Assim, todos os setores que envolvem trabalhadores, sejam eles da iniciativa pública ou privada devem ficar muito atentos aos passos dos deputados e senadores de Rondônia, agora na volta do recesso, em fevereiro, pois a ação deles em Brasília pode comprometer seu carnaval, sua Copa do Mundo, sua novela, seu campeonato brasileiro e, principalmente, o seu direito de se aposentar, que pode ser tirado quando você estiver brincando o carnaval… Tenho dito!!!
 
FRANCISCO XAVIER GOMES
Professor da Rede Estadual e Articulista
 


Fonte: FRANCISCO XAVIER GOMES - Professor da Rede Estadual
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais de Francisco Xavier