Boca Maldita
Boca Maldita

Coluna

Boca Maldita de 22 de março de 2019

Boca Maldita de 22 de março de 2019
Publicado em: 22 de Março de 2019

BOLSONARO NOS EUA - No começo desta semana, o presidente Jair Bolsonaro realizou a primeira visita oficial aos Estados Unidos e assinou diversos acordos com o governo americano. Entre os compromissos firmados entre os dois países, ficou estabelecido que o governo dos Estados Unidos vai poder usar a Base Militar de Alcântara, construída durante o governo do general João Batista Figueiredo, para o lançamento de satélites de interesse americano. Especialistas, lideranças políticas e milhares de brasileiros opinaram sobre o assunto e as opiniões se dividem entre os opositores e apoiadores. Como o presidente fez campanha pregando o patriotismo e amor ao país, muitos brasileiros não gostaram da situação, uma vez que ele representa a presença americana no país. Não é possível estabelecer com segurança os benefícios que o Brasil terá ao ceder a Base de Alcântara para o governo dos Estados Unidos. Interessante, Russia com a Venezuela, Estados Unidos com o Brasil?  Olha!!!

MAIS CUIDADO. Durante o período em que ficou nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro concedeu entrevista a vários canais de televisão. Em uma dessas ocasiões, ele declarou que muitos brasileiros imigrantes que vão aos Estados Unidos são mal intencionados. Essas declarações não foram felizes, afinal, milhares de brasileiros mudam para os Estados Unidos com a intenção de trabalhar, ganhar melhor e proteger financeiramente sua família, além de procurar um país com melhor justiça, melhor política. Basta observar que não há notícias de brasileiros imigrantes naquele país envolvidos com o crime. O presidente brasileiro tem se notabilizado por fazer declarações infelizes, prato cheio para a oposição e isto precisa ser avaliado pelos assessores mais próximos de Bolsonaro. Ao declarar que os imigrantes brasileiros que vivem nos Estados Unidos são mal intencionados, o presidente esqueceu que teve mais de 70% de votos dos brasileiros que residem naquele país. Talvez tenha como justificar suas colocações e acalmar os inimigos. 

REFORMA DA PREVIDÊNCIA. As principais centrais sindicais do Brasil que não andam contentes com Bolsonaro com o que foi feito com os sindicatos, marcaram para hoje inúmeras manifestações em centenas de cidades brasileiras, para protestar contra o projeto de Reforma da Previdência, apresentado pelo governo ao Congresso Nacional. Segundo analistas políticos, advogados especializados na área e outras personalidades, o projeto do governo é o mais cruel apresentado até hoje, porque, segundo eles, vai causar muitos prejuízos aos idosos, professores, trabalhadores rurais e diversos outros grupos sociais e profissionais. Ao apresentar o projeto, o presidente declarou que era uma proposta para acabar com os privilégios. Entretanto, nenhuma das pessoas privilegiadas com o atual sistema previdenciário do país está incluída no projeto, como é o caso de magistrados, membros do Ministério Público e políticos. Com certeza, os deputados e senadores, também não afetados, serão muito pressionados pela população mais pobre em todos os estados, porque o projeto prejudica justamente os mais pobres.

AGENTES PENITENCIÁRIOS. O governador de Rondônia esteve reunido poucos dias atrás com alguns dirigentes sindicais de diversas categorias profissionais do estado, entre elas a categoria dos Agentes Penitenciários de Rondônia. Na ocasião, o coronel Marcos Rocha informou que não há nenhuma possibilidade de conceder aumento salarial este ano. Os Agentes Penitenciários estão em greve desde a semana passada e o governador conhece bem a realidade da categoria, porque ele foi secretário de estado da SEJUS, durante o governo Confúcio. Aliás, ele deixou o cargo justamente para ser candidato ao governo, como prevê a legislação eleitoral. A relação do governador com os agentes tem sido muito complicada, principalmente porque ele resolveu fazer uma intervenção militar na secretaria e hoje os policiais militares fazem as atribuições dos Agentes Penitenciários. Esta semana, o deputado Anderson Pereira, que faz parte da categoria fez várias críticas ao governo e cobrou dele o cumprimento dos acordos que feitos em campanha. 

SEGURANÇA PARTICULAR. Além da polêmica envolvendo os agentes penitenciários e a grampolândia que dizem ter sido montada pelo governo para gravar deputados, Marcos Rocha tomou algumas decisões polêmicas. Será mesmo que designou quase 10 policiais militares para fazerem a segurança particular do vice-governador José Jodan e seus familiares? Diversos deputados e outras autoridades criticaram a medida, alegando que faltam policiais nas ruas para fazer a segurança da população, enquanto muitos estão atuando na segurança particular do vice. Realmente a situação é polêmica, mesmo porque os índices de violência têm crescido em alguns municípios, pela falta de policiamento, em virtude da falta de efetivo. Em Cacoal alguns crimes, inclusive de homicídios no setor rural da cidade passaram a ocorrer com frequência. É necessário que os policiais militares sejam colocados para fazer a segurança da sociedade e quem desejar segurança privada deve buscar os meios para a contratação dos serviços.

PODER JUDICIÁRIO. Esta semana, o senador Alessandro Vieira (PPS-SE) protocolou requerimento solicitando que uma CPI seja instalada no Senado Federal, para investigar o Poder Judiciário, especialmente o Supremo Tribunal Federal e seus ministros. A CPI está sendo chamada em Brasília de CPI da Lava Toga, em referência ao fato de que a vestimenta usada pelos magistrados tem o nome de toga. Conforme está previsto no Regimento Interno do Senado Federal, para requerer a instalação de CPI, é necessário que o pedido venha acompanhado de pelo menos 1/3 de assinaturas dos membros da Casa, que seriam 27 assinaturas. O pedido encaminhado pelo senador sergipano contém 29 assinaturas, duas a mais do que o necessário. Segundo Alessandro Vieira, a busca por assinaturas foi muito difícil, porque muitos senadores temem retaliações da Suprema Corte, especialmente aqueles que já possuem algum problema em andamento no STF. Vale registrar que nenhum dos três senadores de Rondônia assinou o pedido da CPI da Lava Toga, mas muitos brasileiros cobram uma investigação no judiciário.

JABÁ MOREIRA. O vereador Mário Moreira, o Jabá, esteve, por vários dias, afastado dos debates políticos do município, em virtude de problemas de saúde. Porém, na ultima sessão ordinária da Câmara de Cacoal, ele deu sinais de que está muito bem recuperado e fez um pronunciamento duro sobre diversos problemas elencados na tribuna da Casa de Leis. Segundo o vereado, diversos veículos da prefeitura de Cacoal estão sendo usados por servidores comissionados para passeio em sítio nos finais de semana, para levar filhos à escola, para fazer compras, para o deslocamento nos intervalos de almoço até as residências e outras atividades muito diferentes daquelas previstas em lei. A prefeita Glaucione Rodrigues precisa tomar alguma medida para conferir se o vereador esta falando a verdade e resolver esta situação. Caso nenhuma medida seja tomada para checar a veracidade ou não, os servidores comissionados que adotam tais práticas certamente terão problemas com a legislação e as eventuais punições podem ser estendidas à prefeita. É necessário que isto seja corrigido, porque os veículos públicos devem ser usados em serviço e para o benefício coletivo.

EDUCAÇÃO RURAL. O vereador Claudemar Littig, o Mão,  tem buscado, com muita determinação, defender os interesses da população de Cacoal, especialmente as pessoas que residem no setor rural. Na segunda-feira, 18 de março, ele usou a tribuna da Câmara de Cacoal para cobrar da Secretaria Municipal de Educação que resolva o problema da climatização das salas de aula da escola Presidente Médici, localizada na Linha 10. Poucos meses atrás, a ex-secretária municipal de educação do município divulgou diversas matérias nos jornais e redes sociais, informando que todas as salas de aulas da citada escola eram equipadas com aparelhos de ar condicionado. Entretanto, em visita que fez à escola, juntamente com dirigentes do Sindicato dos Servidores Municipais, o vereador Mão constatou que apenas três salas possuem ar condicionado, enquanto sete ou oito não dispõem do equipamento, fato que causa prejuízos ao bom andamento dos trabalhos e ao bom rendimento dos alunos. O vereador Mão cobrou da nova secretária da pasta que visite a escola, conheça de perto a situação e adote as medidas necessárias para atender a população de modo mais eficiente. 

ESPORTE EM DIVINÓPOLIS. Já que estamos falando da Zona Rural, os moradores da comunidade de Divinópolis, na Linha 14, estão se preparando para a inauguração da arquibancada construída pela comunidade, para receber os torcedores que irão prestigiar o campeonato rural denominado “Taça Joaquim Violato”. O evento acontecerá neste domingo (24). É importante destacar que esta competição foi criada para abrigar os atletas do setor rural que ficavam de fora de outros eventos esportivos do município, como é o caso do Ruralzão. Como a primeira edição da Taça Joaquim Violato, realizada no ano de 2018, foi um evento de grande sucesso, é possível que este ano haja a participação de um número muito maior de pessoas, incluindo torcedores e atletas. Até mesmo a administração, que no ano anterior não teve participação, este ano vai contribuir. As telhas da cobertura da arquibancada foram cedidas pelo município e a limpeza de Divinópolis está sendo feita. A participação da comunidade na organização do evento, sem dúvida é um fator determinante para que tudo aconteça dentro do previsto. Gilmar Felberg, um dos organizadores da competição, informou que a comunidade tem participação fundamental. 

TRAVAS BUROCRÁTICAS. O vereador Paulo Roberto Duarte fez uma abordagem muito importante, durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Cacoal, ocorrida esta semana. O edil questionou a falta de celeridade nos processo licitatórios do município e citou especificamente aqueles casos em que a licitação está relacionada com a compra de medicamentos ou equipamentos para a saúde. Segundo o vereador, alguns setores responsáveis pelo andamento e tramitação dos processos retardam atos administrativos, conduta que pode comprometer o bom desempenho do setor de saúde e até causar mortes. Na ocasião, Paulo Duarte informou que iria fazer um expediente endereçado à prefeita Glaucione Rodrigues, para que ele organize uma reunião com todos os servidores que atuam em setores relacionados com atos de licitação, objetivando que os processos tramitem com maior rapidez e eficiência. É muito importante que a prefeita receba com bons olhos a sugestão do vereador, porque isso pode mudar muitas coisas para melhor. Só não dá pra entender como Paulo Duarte ficou dois anos na presidência da Câmara e não viu isso nesse período!!!

DIREITO À EDUCAÇÃO. O vereador Claudinei Ribeiro, o Castelinho, cobrou das autoridades do setor educacional que tomem alguma medida para resolver o problema dos jovens que residem nos bairros Alfa Park, São Marcos e Residencial Paineiras, com relação ao transporte escolar. Muitos desses jovens abandonam a escola, porque moram muito distante e não possuem transporte. Os ônibus escolares que transportam alunos funcionam apenas no período diurno. Os ônibus coletivos que circulam na cidade funcionam somente durante o dia. Assim, muitos jovens matriculados nas escolas da cidade, no período noturno, ficam sem opção de transporte e relegados a segundo plano. É lamentável que isto ocorra em uma cidade onde diversos bairros estão localizados bem distantes da região central e onde não há a oferta de Ensino Médio. Os moradores dos bairros citados estão a mais de dez quilômetros de distância das escolas que oferecem Ensino Médio e isto inviabiliza o deslocamento. Alguma coisa precisa ser feita para garantir o direito à educação dessas pessoas. O vereador tem toda razão!

 

A manicure VILMA RODRIGUES, esposa do jornalista Rogério Aderbal e mãe das meninas Nayara Beatriz, Gabrielly e do pequeno Daniel de apenas 40 dias de nascido, também lê TRIBUNA POPULAR



Fonte: Redação
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais de Boca Maldita