Boca Maldita
Boca Maldita

Coluna

VEREADORES VOLTAM DAS FÉRIAS!!! Boca - Maldita de 02 de agosto de 2019

Boca - Maldita de 02 de agosto de 2019
Publicado em: 02 de Agosto de 2019

FINAL DE FÉRIAS!!!! Após um longo período de recesso, a Câmara Municipal de Cacoal está de volta às atividades normais. A partir de ontem (quinta-feira), as comissões voltarariam a analisar projetos e emitir pareceres, bem como as sessões ordinárias terão início na próxima segunda-feira. Conforme as opiniões emitidas pelos vereadores nas sessões que marcaram o início do semestre, tudo indica que os vereadores tendem a cobrar maiores ações da administração. É importante ressaltar que o primeiro semestre era o período de chuvas de Rondônia e quando as pessoas estavam mais tolerantes em relação à falta de ações da administração, especialmente com relação aos trabalhos de manutenção de vias públicas. Além disso, no encerramento do primeiro semestre, a prefeita levou vários vereadores, presidentes de bairros e outras lideranças para conhecerem as instalações da Usina de Asfalto. Agora, certamente podemos esperar o fim dos buracos nas ruas e avenidas da cidade... e muito trabalho dos vereadores, afinal, ano que vem haverá eleições e a maioria, senão todos, vão trabalhar se reeleger.

POLÊMICAS À VISTA. O encerramento do período de recesso dos vereadores reabre as discussões sobre diversos temas municipais, entre eles alguns projetos e ações municipais que causaram muito barulho no começo do ano. Entre as pautas deste retorno, certamente estará de volta o projeto de autoria do Executivo que visa pedir empréstimo de cinco milhões de reais na Caixa Econômica. Quando foi colocado na pauta da Casa de Leis, este assunto gerou muita discórdia entre nossos edis, porque a essência do projeto nunca foi esclarecida nem pelos vereadores, nem pela prefeitura. Talvez tenha sido por este motivo que houve tantas brigas e o projeto acabou indo parar nos tribunais. A única coisa que está clara sobre o assunto é que novos conflitos sobre esta matéria serão inevitáveis, caso a administração não faça todos os esclarecimentos cabíveis. Nos bastidores políticos da cidade, comenta-se que, a prefeita Glaucione e seus aliados teriam convencido o vereador Nilton Cesar a votar a favor da administração, nessa matéria, mas ainda vamos esperar a posição do vereador. Alguns de seus eleitores prometem abandoná-lo caso ele vote a favor do projeto e por outro lado, um projeto muito bem explicado, com certeza será aprovado, afinal, Cacoal necessita de melhorias, principalmente nas ruas a avenidas ainda não consertadas.

RODOVIARIA DO RIOZINHO. Antes do recesso dos vereadores, foi divulgada uma notícia na cidade, relacionada com a construção da rodoviária do Riozinho, bairro localizado há cerca de 10km do centro de Cacoal e que necessita ter algumas prioridades atendidas. Todas as pessoas que trabalham ou estudam e necessitam se deslocar do Riozinho para o centro de Cacoal sofrem muito com a falta de transporte e com a constante irregularidade do único ônibus que faz a linha. Não há como cumprir agenda de trabalho ou de escola, e nem mesmo de lazer, utilizando o sistema de transporte que tem hoje. Muitas pessoas do Riozinho reclamam que os políticos de Cacoal somente visitam o local em período eleitoral e que depois somem sem deixar nenhum vestígio. Então, no próximo ano muitos deles irão aparecer. Vale registrar que o Riozinho é um bairro distante de Cacoal e possui uma população que é bem maior do que a população de diversos municípios de Rondônia. Pelas informações que temos, esta semana foi dada a ordem de serviço para a construção da esperada rodoviária. Vamos acompanhar para saber como andam as coisas. 

PONTE DO RIOZINHO. Outro assunto relacionado com o Riozinho e que precisa ser analisado é sobre a situação da ponte que fica no setor entre Pimenta Bueno e Cacoal. Em 2018, a ponte ficou interditada por vários dias e causam transtornos incalculáveis para as pessoas que utilizam a Rodovia 364. Na época, técnicos do DNIT, empresários e políticos se mobilizaram para encontrar uma solução, mas nada definitivo foi feito. Caso nada seja feito este ano, certamente os problemas voltarão quando o período de chuvas começar, trazendo todo o sofrimento de volta. As autoridades do DNIT informaram, no ano passado, que, no período em que as chuvas não caem, alguma medida seria tomada para resolver o problema e recuperar a ponte. Até hoje, nenhuma medida foi tomada e o período de seca é agora. Quem conhece o local sabe que existe um grande risco de haver acidentes de proporções muito graves, caso a ponte não seja reformada. Não é possível imaginar que as autoridades vão esperar acontecer uma tragédia para tomar alguma atitude. 

ÁRVORES DA DISCÓRDIA. A administração municipal de Cacoal vai precisar explicar ao Ministério Público sobre o contrato firmado entre o município e uma empresa de Porto-Velho para os serviços de poda de árvores. Conforme noticiado esta semana, o Ministério Público abriu um procedimento para investigar o contrato. Claro que a abertura da investigação não significa afirmar, neste momento, que existem erros ou má fé. Depois de tudo apurado, o órgão ministerial certamente vai tomar as medidas que julgar necessárias e, se houver necessidade, pedirá ao Poder Judiciário a punição de eventuais culpados. Embora a investigação não tenha sido finalizada, os desgastes políticos são indiscutíveis, porque este assunto já tinha sido abordado muitas vezes por diversos vereadores. Na ocasião, os vereadores que fiscalizaram o contrato foram até a capital do estado e divulgaram diversas informações, afirmando que havia muitas ilegalidades no contrato. Segundo os vereadores, a empresa contratada funcionava em um salão de beleza em Porto-Velho. 

ANTENA HITS. A rádio FM Antena Hits tem buscado realmente inovar em sua programação no município de Cacoal. Na semana passada, a emissora lançou um programa de entrevistas que certamente será um sucesso de audiência. A ideia, segundo o apresentador Clovis Firme, é entrevistar pessoas que possam contribuir com os debates sobre os assuntos municipais, estaduais e nacionais e o objetivo é orientar a comunidade sobre os problemas, conflitos e soluções. Como a Antena Hits tem uma filosofia muito aberta e independente, tudo indica que Cacoal terá um novo canal de debates onde a população poderá cobrar seus direitos de maneira muito direta. Educação, saúde, agricultura, obras e serviços públicos serão debatidos entre o apresentador e seus entrevistados. Os ouvintes do rádio em Cacoal certamente ganham uma nova opção aos sábados pela manhã, horário em que o programa é apresentado. Tudo indica que a audiência será muito boa. Confiram!!!

NOVO CACOAL. No começo desta semana, aconteceu uma reunião no bairro Novo Cacoal, onde estavam presentes a prefeita Glaucione Rodrigues e alguns vereadores e lideranças comunitárias. A reunião foi convocada para que a administração passasse informações à comunidade sobre a interrupção e o recomeço das obras de saneamento do bairro. Conforme as informações que recebemos, as pessoas presentes estão muito irritadas pela situação atual da obra. Segundo alguns moradores do bairro, não há previsão para a construção de esgotos e apenas o sistema de aguas pluviais está sendo construído. Isto significa que dificilmente haverá asfalto no local, pois não há como fazer o asfalto sem instalar a rede de esgoto. Caso o município resolva fazer primeiro o asfalto para depois construir a rede de esgoto, poderemos ter uma situação bem parecida com aquilo que acontece no bairro BNH, onde as ruas foram praticamente destruídas pela empresa que foi contratada para fazer a rede de esgoto. Na reunião ocorrida segunda-feira, uma moradora do bairro usou a palavra e disse coisas que os políticos presentes certamente ficaram com vergonha, porque ela falou somente a verdade. 

CONSELHO TUTELAR. Em edições passadas, já registramos aqui na coluna que este ano haverá eleições para a escolha dos membros do Conselho Tutelar de Cacoal. Muita gente pode imaginar que repetimos por engano. Não! Repetimos pela importância dos fatos. No mês de outubro, os eleitores de Cacoal, em dia com suas obrigações eleitorais irão às urnas para eleger os novos conselheiros. A eleição será no dia 06 de outubro, mas as campanhas já começaram e os candidatos estão nas ruas e outros lugares pedindo votos. É muito importante que a população de Cacoal procure conhecer, com antecedência, quem são os candidatos, o que fazem e o que pretendem fazer, caso sejam eleitos ou reeleitos para o cargo de conselheiro Tutelar. Entre as principais atribuições dos membros do Conselho Tutelar, está a obrigação de zelar pelos direitos das crianças e adolescentes, conforme está estabelecido na legislação do país. Como o município possui um grande número de menores que precisam ser realmente acompanhados de perto, é importante eleger pessoas com um bom currículo para que as crianças e adolescentes sejam atendidas dentro da norma legal. Não sabemos precisar aqui o valor, mas cada conselheiro tem direito a remuneração mensal.

MENORES EMBRIAGADOS. Falando nisso, é importante registrar que em diversos eventos de Cacoal é muito comum a presença de menores ingerindo bebidas alcoólicas, como se isso fosse a coisa mais natural do mundo. Não é possível afirmar que tal situação aconteça por omissão do Conselho Tutelar, porque certamente este não seria o fator determinante. Os conselheiros não são omissos. O problema é que, muitas vezes, o poder público não dá ao Conselho Tutelar a estrutura necessária para promover uma fiscalização mais rigorosa e mais constante. Faltam veículos, equipamentos e apoio para realizar um trabalho eficiente. Esperamos que, com a eleição de novos conselheiros, a realidade possa ser observada mais de perto pelas autoridades competentes e que o órgão ganhe a estrutura que precisa para funcionar como Cacoal merece.

 

O MÉDICO, clínico geral,  Everaldo Ferreira de Souza, corintiano, que nasceu em Cacoal, em 1978, filho José Flores de Souza (in memorian) e Zilma Ferreira de Souza, noivo da Larissa  Schiavinato, que disputou três anos o campeonato Dentão criado por este jornal em 1981,  também lê TRIBUNA POPULAR e o www.tribunapopular.com.br.



Fonte: Redação
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais de Boca Maldita